Técnicas e segurança pessoal pode salvar vidas

A violência urbana nos grandes centros exige que todo mundo tenha pelo menos algumas noções de técnicas de segurança pessoal. No entanto, saber se defender não é sinônimo de aplicar métodos e técnicas em qualquer situação, é preciso saber usar a defesa pessoal.

Artes marciais, esportes que estimulam a noção corporal, a percepção e o ambiente, assim como academias que focam em técnicas especialmente para que mulheres saibam se defender.

Seja qual for a sua preferência, essas práticas só têm a acrescentar no seu dia a dia já que, além de usar a defesa pessoal, você pode melhorar seu condicionamento físico em diferentes aspectos, incluindo a força, a resistência e a agilidade sob as mais diferentes influências.

aulas de defesa pessoal

Saber sobre segurança pessoal não isenta que você seja alvo de criminosos. É fundamental que as técnicas só sejam colocadas em práticas caso o bandido esteja claramente desarmado.

Abordagens abusivas, assédios, brigas, confusões ou mesmo tentativas de furtos são algumas das situações onde se torna possível usar a defesa pessoal. Já em grandes conflitos, assaltos ou tumultos, não reaja, mesmo que os criminosos não estejam armados. Prefira a garantia da sua segurança e busque ajuda das autoridades.

A autodefesa é um mecanismo de proteção que afasta o incômodo e pode ser utilizada, mas ela não funciona como uma garantia, por isso a importância de não reagir a situações com armas de fogo ou brancas.

usar a defesa pessoal

Ainda que sem um treinamento específico, algumas mudanças nas atitudes cotidianas podem servir como verdadeiros métodos de defesa pessoal feminina. Fique ligada nas nossas dicas!

> Fique sempre atenta a tudo à sua volta;

> Seu carro está estacionado na rua? Procure as chaves e deixe-as à mão antes mesmo de se aproximar do veículo;

> Quando entrar no carro, especialmente em ruas escuras ou sem movimento, saia imediatamente e evite perder tempo procurando coisas e atraindo a atenção;

Evite correr riscos e mantenha uma postura preventiva: quando estiver em situações nas quais você não se sente segura, não exite em pedir ajuda!