Como proteger o celular de roubos? Veja dicas!

Smartphones estão entre os maiores alvos dos criminosos, saiba algumas estratégias para guardá-lo em segurança

O mercado nacional possui mais de 235 milhões de linhas de telefonia móvel, número expressivamente maior que da própria população do país. Isso não significa que todo brasileiro tenha um celular, mas essa tecnologia já está presente entre a maioria. Com essa certeza, os aparelhos e smartphones se tornaram alguns dos principais objetivos entre os criminosos. Por isso, é preciso saber como proteger o celular de roubos.

A equipe do Violência Social preparou um post completo para que você veja as melhores dicas para proteger seu celular de assaltos e furtos.

> Entenda os índices: os celulares bloqueados por roubo no Brasil;

> Saiba como proteger o celular de roubos;

> Veja o que fazer caso perca ou tenha seu smartphone levado pelos bandidos.

 

Celulares bloqueados

como proteger o celular

Em 2017, mais de 1,5 milhão de celulares foram bloqueados no Brasil após serem roubados, furtados ou perdidos, de acordo com dados do Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (Cemi), supervisionado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e operado pela ABRTelecom.

Desde o ano 2000, quando o Cemi passou a funcionar, até o terceiro trimestre deste ano,  foram mais de 9,5 milhões de bloqueios de IMEIs (código de identificação) por roubo. Entre alguns dos estados que mais registram pedidos de bloqueios estão São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

 

Como proteger o celular

Se os smartphones estão entre os aparelhos mais roubados no país, você pode estar se perguntando se é possível fugir da estatística e como proteger o celular, certo? Algumas dicas práticas podem evitar que você se torne vítima dos criminosos:

  1. Escondido no corpo – não carregue o celular à mostra ou em uma bolsa, por exemplo. Prefira bolsos e outros compartimentos que permitam guardá-lo junto ao corpo. Nesse caso, é importante que você também o transporte no modo silencioso;
  2. Atenção redobrada em locais públicos – em baladas ou restaurantes, evite deixar o celular sobre mesas e balcões. O que não é visto não pode ser desejado;
  3. Cuidado ao atender chamadas – na grande maioria dos casos, as ligações podem esperar, portanto, evite atender o celular em vias públicas. Caso seja extremamente necessário, procure um estabelecimento comercial e algum lugar seguro em que você possa receber a chamada;como proteger o celular
  4. Atenção nos coletivos – fuja da ideia de atender o celular próximo a uma janela, por exemplo. Nessa situação, uma mão sorrateira pode puxá-lo e efetuar o roubo;
  5. Procure saber sobre o local que você pretende ir – a dica é válida especialmente para lugares movimentados, como as casas noturnas. Busque informações sobre a possibilidade do uso de chapelarias ou estacionamentos seguros e privativos;
  6. Carros exigem atenção especial – não os deixe à mostra dentro do veículo. Isso pode despertar o interesse de criminosos que podem violar o carro para roubá-lo. Falar enquanto dirige, além de uma infração grave de trânsito, pode facilitar a ação dos bandidos;
  7. Aparelhos antigos podem se tornar aliados – sabe aquele celular que já não funciona ou que você parou de usar há muitos anos, quando decidiu substituí-lo? Carregue-o sempre com você. Em caso de abordagem, você pode entregá-lo e evitar que seu smartphone de uso atual seja levado;
  8. Abuse das “camuflagens” – se você quer saber como proteger o celular, uma forma prática pode ser o disfarce do aparelho. Alguns objetos de formatos diferentes podem servir como invólucro e criminosos nem mesmo percebem que ali há algo de valor;
  9. Faça backups semanais – essa é uma forma de proteger seu celular mais intimamente. Tendo sempre uma cópia atualizada de seu conteúdo, você evita dores de cabeça ainda maiores caso o aparelho seja roubado ou furtado;
  10. Saiba o IMEI – digitando *#06# no aparelho, você descobre o “código secreto” do seu celular. Anote-o e, caso o smartphone seja roubado, você pode informar a operadora e ele será bloqueado, independentemente de qual chip esteja inserido;
  11. Invista na segurança interna – a tecnologia oferece diversas ferramentas que contribuem para a segurança do proprietário de um smartphone. Uma forma prática de como proteger o celular é com a inclusão de senhas, uso de aplicativos anti-vírus e sistema de rastreamento (que hoje em dia os celulares já vêm com essa possibilidade, basta deixá-lo ativo). Uma outra possibilidade são as configurações que apagam automaticamente todo o conteúdo do smartphone caso a senha seja digitada de forma errada um número determinado de tentativas.

 

Fui roubado, e agora?

como proteger o celular

Se mesmo com essas dicas você não conseguiu evitar que seu celular fosse roubado, é preciso saber como agir depois do susto. Lembre-se sempre que sua vida é prioridade, portanto, não reaja em caso de abordagens com criminosos armadas e entregue o que for pedido. Veja as providências que você pode tomar em caso de roubos e furtos:

> Ative o sistema de rastreamento do aparelho. A informação pode ser útil para que a polícia encontre os bandidos;

> Caso isso não seja possível, informe o IMEI à operadora e o aparelho será automaticamente bloqueado, impossibilitando o uso;

> Vá até a delegacia mais próxima e faça um boletim de ocorrência, informando o máximo de características possíveis para identificação dos suspeitos. O registro do crime também pode ser feito via internet.

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

8 + 1 =