Golpe da Previdência

Com os idosos devendo mais e se tornando os responsáveis pelo sustento da família com mais frequência, criminosos se aproveitam e aplicam o Golpe da Previdência

A inadimplência entre idosos no País cresceu 11% em 2018, enquanto no restante da população essa taxa foi de 4%. Isso acontece, de acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito, porque quase 50% dos idosos no Brasil são os responsáveis por manter a renda de toda a família.

Com esse cenário montado, é fácil entender porque o golpe da Previdência se torna tão atrativo. E porque as dívidas entre esse público estão cada vez maiores. Os idosos precisam ajudar a família, e os golpistas se aproveitam desse cenário. Veja como se proteger!

Os tipos de golpe

Dois tipos muito comuns de golpes em nome da previdência são o da falsa aposentadoria e o do reajuste atrasado. No primeiro, a vítima não é contribuinte da Previdência Social.

O golpista então entra em contato pelo telefone, se identifica como fiscal da Previdência e diz que conseguirá o benefício para o idoso com mais rapidez. Assim como em todos os casos de estelionato, os bandidos demonstram muito conhecimento sobre a área previdenciária e são articulados, envolvendo a vítima na conversa.

Por fim, ele consegue convencer o idoso de que, mesmo que não tenha ainda atingido o número mínimo de contribuições mensais, ele vai conseguir a aposentadoria. Só o que cabe ao futuro aposentado é o pagamento de algumas parcelas. Quando a vítima percebe que tudo não passou de um golpe, o estelionatário some.

Já no golpe do falso reajuste, o golpista espera as vítimas na saída dos bancos ou próximo das entidades de classe e se identifica como funcionário de algum sindicato ou associação.

Ele aborda o idoso e informa que está no local para informar os beneficiários do INSS que eles têm direito de receber os reajustes atrasados do benefício previdenciário.

Eles se oferecem rapidamente para agilizar o processo na Previdência e para isso pedem alguns documentos e um depósito de 10% do valor final que ele vai receber após o processo. Mais uma vez, assim que o dinheiro é depositado, ele some.

Como Evitar?

Em ambos os casos, evitar o golpe não é difícil. Isso porque eles se baseiam em benefícios da Previdência Social, que podem ser facilmente consultados.

  • Não acredite em fórmulas mágicas para a aposentadoria. Faça tudo de acordo com o que o INSS determina. Sabe aquela máxima: “quando a esmola é demais o santo desconfia? pois então, desconfie de tudo!”
  • Nunca faça qualquer tipo de depósito para pessoas que você não conheça.
  • Em caso de dúvidas ou denúncias, ligue para o Prevfone (0800-780191).

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar da violência, além de conhecer melhor os seus direitos!

Envie seu Comentário

+ 12 = 21