O que é phishing e como se proteger

O phishing é um dos crimes mais comuns na Internet e o que o torna tão frequente é a facilidade com que pode ser aplicado. Seja por e-mail, redes sociais, sites ou whatsapp, basta um clique sem atenção para que o golpe ocorra.

Como o golpe acontece

Primeiro, vamos entender: Phishing é o nome de uma técnica aplicada por criminosos na internet com o objetivo de obter suas informações pessoais, como, CPF e número de contas bancárias. Eles fazem isso enviando e-mails falsos ou direcionando você a websites falsos.

É importante ressaltar que nesse golpe os links parecem ter sido enviados por empresas legítimas, como Paypal, redes de supermercado, bancos. São e-mails e sites bastante convincentes, que contém falsas mensagens que te induzem a acreditar que precisa atualizar, validar ou confirmar informações de seu cadastro.

  • Uma das grandes táticas do Phishing é fazer você acreditar que as instituições que você conhece e confia estão preocupadas com a sua segurança e, por isso, precisam atualizar o seu cadastro.

Nesse momento, você é então redirecionado a um site falso e acaba, por conta própria, entregando informações pessoais para os criminosos. Esses dados podem ser utilizados para fraudes bancárias, chantagem da vítima, difamação e muitos outros tipos de contravenção.

Leia também: Roubo de dados pessoais e a ação de hackers

Como se prevenir do phishing

  • Não responda links adicionados a e-mails ou no Facebook.
  • Não abra anexos contidos em qualquer e-mail que não tenha sido solicitado por você, mesmo que aparentemente seja de uma empresa de confiança.
  • Proteja suas senhas e não revele-as a ninguém.
  • Verifique sempre a URL dos sites antes de clicar. Em muitos casos de phishing pode ocorrer erro de grafia
  • Mantenha seu navegador atualizado e utilize atualizações de segurança.
  • Tenha sempre um antivírus e uma ferramenta antiphishing atualizados em seu computador.
  • Não clique em links recebidos pelo whatsapp sem antes perguntar sobre o que se trata para quem o enviou. Não clique também se a pessoa responder que acabou de receber e decidiu compartilhar.
Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

+ 3 = 12