Fogos, balões e aglomerações – Fique alerta aos perigos na festa junina

A época de festejos juninos é uma das mais queridas para muitos brasileiros, mas é preciso estar atento para evitar os riscos da celebração

É tempo de pipoca, amendoim, paçoca, pé-de-moleque, pinhão e quentão. As bandeirinhas estão por toda a parte, um clima caipira e de muita celebração está no ar. Para muitas famílias, a festa de São João é momento de comemorar. Mas, nem sempre isso acontece! É preciso estar atento aos possíveis perigos na festa junina.

Há quem fique ansioso para ir às quermesses, mas nem só de festejos se vive no mês de junho. Alguns hábitos associados à festa podem se transformar em situações de risco, ainda que de forma não intencional.

 

perigos na festa junina

Pensando nisso, preparamos um post para que você possa entender todos os perigos na festa junina e, se possível, não colocá-los em prática para ficar longe das situações de insegurança.

> Perigos na festa junina: cuidado com fogos e balões;

> Quermesse: atenção às aglomerações e ao risco de furtos.

 

Perigos na festa junina e seus vilões: fogueiras, fogos e balões

A história de pular fogueira é melhor deixar apenas para os refrões das músicas mais conhecidas dessa época do ano ou mesmo para a brincadeira de dançar quadrilha. Assim como os fogos de artifício, são mais comumente acesas até mesmo em festas de família.

perigos na festa junina

Apesar de bonitas e típicas dessa época, as fogueiras podem representar riscos à saúde

Além de liberarem gases tóxicos que podem prejudicar a saúde e a respiração, há o risco de acidentes e queimaduras. Fogos e rojões, por sua vez, podem se tornar protagonistas de situações ainda mais graves, atingindo outras pessoas diretamente ou provocando problemas auditivos.

Balões – Formados por materiais tóxicos e inflamáveis, como papel, madeira, combustíveis e uma espécie de tocha, os balões são um caso mais específico e merecem um capítulo à parte quando o assunto é falar dos perigos na festa junina.

Balões e outros objetos não tripulados do mesmo gênero podem causar incêndios de grandes proporções ou trazer riscos a aeronaves. Quando um balão é solto, não há mais como ter qualquer tipo de controle sobre ele.  Dessa forma, quem o solta assume a possibilidade iminente de problemas a determinada área onde o objeto irá cair.

perigos na festa junina

Soltar balões é um crime ambiental, já que se assume o risco de causar queimadas em áreas urbanas ou florestais

Crime – Soltar balões é crime, de acordo com o art. 42 da Lei 9.605/98 porque pode causar incêndios em áreas florestais e urbanas, configurando crime ambiental, com pena de até três anos de detenção e pagamento de multa.

Por isso, caso você veja um caso suspeito relacionado à confecção e soltura de balões, entre em contato com a polícia via 190 ou ligue para o disque denúncia pelo 181.

 

Atenção nas quermesses

Barraquinhas, comidas típicas, brincadeiras e muita gente aproveitando o clima junino. Mas é preciso ficar atento! As quermesses reúnem pessoas que querem se divertir, mas também acabam atraindo aquelas que estão mal intencionadas.

As aglomerações estão entre os perigos na festa junina. Com um grande número de pessoas próximas umas às outras, existe a possibilidade de tumultos e confusões, além do risco de furtos.

Separamos algumas dicas para que você não se torne vítima dessas situações:

  • Fique sempre atento às movimentações e às pessoas ao seu redor;
  • Mantenha bolsas e objetos de valor sempre próximo ao corpo e, se possível, evite deixá-los expostos;
  • Evite o consumo excessivo de bebidas alcoólicas para que você tenha plena percepção dos acontecimentos;
  • Se presenciar aglomerações ou início de tumulto, procure se afastar desse foco e busque a ajuda de seguranças do evento e policiais;
  • Fique atento para evitar um conflito com desconhecidos, principalmente, sem que haja necessidade.

 

Leia também 

Grandes eventos – a insegurança por trás da festa. Saiba como tomar medidas para se proteger

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

2 + 1 =