Dicas de segurança digital para o dia a dia

Quem nunca ficou com medo de clicar em um link que recebeu por e-mail ou não teve certeza se o computador estava protegido, que atire a primeira pedra. Foi pensando em você, que assim como nós também já teve dúvidas sobre como tornar a navegação mais segura que o portal Segurança da Família preparou uma série de dicas que vão ajudar a garantir a sua segurança digital no dia a dia – sem complicações.

Antivírus sempre atualizado

A primeira dica é uma que já citamos aqui outras vezes, mas que merece ser repetida quantas vezes for possível: Mantenha seu antivírus sempre atualizado! A cada dia novos vírus são criados e espalhados pela internet, sempre com uma nova configuração e se aproveitando de alguma brecha deixada pelos antivírus que conhecemos. Então, todo cuidado é pouco.

roubo de dados

Uma boa notícia é que as empresas que vendem ou disponibilizam gratuitamente os antivírus estão sempre atentas e costumam atualizar as ferramentas muito rapidamente. Só que esse esforço e agilidade não valerá de nada se você não mantes o seu programa sempre atualizado. O ideal é, inclusive, que você mantenha sempre habilitada a opção de atualização automática.

Use senhas realmente fortes

Se você é do time que usa senhas como o nome da sua mãe, do seu cachorro ou sequências numéricas, como “1234”, chegou a hora de rever essa atitude. Sempre que for inventar uma senha, lembre de misturar números e letras – e as letras devem ser maiúsculas e minúsculas. Lembre de trocar a senha com alguma frequência e não usar a mesma senha para todos os dispositivos e e-mails. Além disso, acho que nem precisamos dizer que você não deve fornecer suas senhas para ninguém, né?

Não use redes Wifi abertas

Sabe quando você chega em um restaurante e encontra aquela placa de “Wifi grátis”? Dá uma alegria sem tamanho, não é mesmo? Pois não se conecte lá! Quando você utiliza uma rede aberta, sem senha, fica mais vulnerável. Isso porque tanto você quanto todas as outras pessoas do local, inclusive as mau intencionadas, estarão conectados na mesma rede. Isso quer dizer que se alguém quiser se aproveitar para invadir o seu computador, poderá fazer isso com muita facilidade.

Cuidado com os links

Lembra que falamos no início deste texto sobre o medo de clicar em links desconhecidos? Então, não há segredo para isso, você simplesmente não deve clicar. Ao receber qualquer tipo de link por e-mail ou Whatsapp, confira quem é o remetente, veja se parece confiável,  e só abra caso seja algum link solicitado por você ou que você possa confirmar a veracidade dele com quem te enviou.

ameaça virtual

Estão rodando pela internet e-mails falsos imitando sites de compras e comunicados dos Correios, com layout perfeito e que facilmente podem enganar quem estiver distraído. A regra aqui é sempre se fazer as seguintes perguntas: eu passei o meu e-mail para os correios? Solicitei que um e-mail fosse enviado para mim? Se alguma das respostas for “não”, nada de clicar no link. Já no caso dos sites de compras, entre no site da empresa pelo navegador e confira por lá se as ofertas são verdadeiras ou não. E, mesmo que sejam, compre pelo site oficial, não clique no e-mail.

Não esqueça de desconectar

A dica agora seria: nunca use computadores que não são seus. Mas sabemos que isso é complicado, afinal você pode não ter um computador pessoal ou pode precisar usar o equipamento do trabalho ou da faculdade. Então, o que vamos dizer é: CUIDADO. Não utilize o internet banking em um computador compartilhado, nunca.

Além disso, sempre que se conectar em qualquer conta de e-mail ou rede social em um computador público, lembre de desconectar assim que terminar de usar. Assim você se previne para que outras pessoas não acessem sua conta. Não espere o momento de desligar o computador para começar a se desconectar, pois você pode esquecer algum site logado. Tente sempre que terminar de usar aquela rede específica já se deslogar, antes de continuar o restante da navegação.

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

85 − 83 =