Como deixar a casa segura para os idosos

Quando decoramos e/ou reformamos uma casa, pensamos em muitos detalhes, como cor das paredes, tipos de revestimentos, quais móveis colocar em cada ambiente… Mas algo que deveria ser pensando com muito carinho às vezes passa desapercebido, principalmente em casas com idosos: a segurança. Você tem uma casa segura para os idosos?

Não estamos falando só de trancas, alarmes e porteiros. Garantir a segurança dos idosos é uma das preocupações mais importantes para uma família e alguns ajustes simples podem ser indispensáveis para quem deseja uma casa segura para os idosos. Vamos mostrar algumas delas a seguir!

violência contra o idoso
A violência contra o idoso pode vir de quem menos se espera, inclusive de alguém que deveria ajudá-lo

Por que os idosos são mais vulneráveis ​​a acidentes?

Antes de começarmos a mostrar o que fazer para ter uma casa segura para os idosos, é preciso entender o que torna as pessoas dessa faixa etária mais vulneráveis. Acontece que  como o avanço da idade toda pessoa acaba ficando com reflexos mais lentos, com uma capacidade visual menor, além do cansaço, que deixa tudo um pouco mais complicado.

Com reações mais lentas, os idosos automaticamente se tornam  mais suscetíveis a tombos e trombadas com os móveis. E com a força muscular e a densidade óssea reduzidas, qualquer pequeno acidente pode ser o causador de fraturas dolorosas.

Dicas de segurança para escadas para idosos

As escadas são o principal local onde os idosos costumam se ferir. Por isso, é importante que os degraus não sejam escorregadios e sejam feitos de materiais resistentes, que não se quebram com facilidade. As condições de iluminação do local devem ser as melhores possíveis, sem pontos de breu, e é necessária a instalação de corrimãos. Por fim, uma última dica é comprar fita antiderrapante na casa de material de construção mais próxima de sua casa e colocar o material em cada um dos degraus.

Dicas de segurança para os banheiros dos idosos

Outro lugar que é um prato cheio para os acidentes é o banheiro. A mistura de piso escorregadio com vapor de água após o banho pode ser fatal. Por isso mesmo, não se pode chamar de “casa segura para os idosos” aquelas que não se preocupam com esse ambiente.

– O banheiro deve ter piso e banheiras à prova de derrapagem

– Os auxiliares de banho apropriados devem ser instalados nas paredes do box e ao lado do vaso sanitário.

– A iluminação deve ser apropriada para que os idosos tenham uma visão completa do cômodo.

– O banheiro deve ter ventilação adequada para que situações de sufocamento e tontura sejam evitadas nos dias de banho muito quente (com muito vapor)

Dicas de segurança para o quarto para idosos

Alguns idosos, por já possuírem dificuldade de locomoção, passam grande parte do tempo dentro do quarto. Por isso, é preciso que o cômodo seja espaçoso o suficiente para que pessoas circulem por entre os móveis para checar se o idoso está bem.

Além disso, uma luz noturna daquelas que são plugadas nas tomadas de quarto de bebê pode auxiliar a pessoa de idade a não trombar com os móveis caso decida ir ao banheiro no meio da madrugada, por exemplo.

violência contra os pais

Dicas de segurança para cozinha para idosos

Muitos dos idosos gostam de viver individualmente. Em tais casos, uma cozinha inadequada pode ser um local perigoso para eles. Se a cozinha tiver uma conexão de gás, deve-se garantir que a conexão do gás com o fogão esteja vem feita e que nenhum vazamento seja detectado.

Os materiais pesados, como travessas e grandes panelas, ​​devem ser colocados em armários inferiores enquanto os mais leves devem ser colocados no armário superior. Além disso, a altura do armário deve ser calculada de acordo com a altura dos idosos.

Facas e garfos devem ficar em armários próximos da área de apoio dos idosos. Então, se na sua casa vocês utilizam a pia para cortar os legumes, as facas devem estar em um armário ou suporte ao lado da pia, assim o idoso não precisa caminhar pela cozinha toda com o material perigoso em mãos.

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

23 − = 22