6 dicas para viajar de ônibus com segurança

Muitos são os caminhos que as estradas do Brasil podem te levar e muitas vezes viajar de ônibus é a garantia de que o sono e as longas horas dirigindo não serão um problema para a sua segurança. Já falamos aqui sobre cuidados que devem ser tomados quando você decide pegar estrada dirigindo, mas será que existe como cuidar da segurança nas viagens de ônibus?

Pode parecer que a partir do momento em que outra pessoa está no comando do veículo você não tem como fazer nada para aumentar a sua segurança, mas isso é um engano.  Quando viajamos de ônibus detalhes como qual assento e fileira sentar fazem toda a diferença.

Veja abaixo 6 dicas para viajar de ônibus em segurança:

1 – Fique atento ao lugar que vai sentar

Estudos apontam que em casos de colisão frontal de um ônibus as pessoas que estiverem nos assentos das janelas estão mais seguros, enquanto em capotamentos, os que ocupam os corredores correm menos riscos. Vale avaliar qual percurso o ônibus fará.

Além disso, a primeira e a última fileira devem ser evitadas sempre que possível. Elas são os primeiros alvos em caso de colisão frontal ou traseira.

2- Em caso de medo de assalto, sente perto do motorista

Imagine você, mulher, viajando sozinha de madrugada para um estado desconhecido. Claro que o medo de ser assaltada ou assediada em situações como essas existe e por isso escolher um assento próximo ao motorista pode ser uma boa opção. Além de poder pedir ajuda em caso de qualquer problema, você se sentirá mais segura também durante as paradas, pois pode descer do ônibus ao logo depois do motorista, não correndo o risco de ficar para trás em um ônibus muito vazio.

3- Cuidado ao descer em paradas de madrugada

Falando sobre as paradas: cuidado com as paradas da madrugada! Sempre que o ônibus chegar ao local, avalie se é iluminado, movimentado e aparentemente seguro antes de descer.

Não fique parado em estacionamentos, mesmo que sejam os destinados especificamente para as paradas dos ônibus de viagem. Os bandidos sabem quem está viajando e não conhece o local, o que faz de você um alvo fácil. Tente acompanhar o ritmo do motorista, descer e subir no ônibus junto com ele. E, se possível, não descer quando a parada parecer muito deserta. – Use cinto de segurança

4- Use o cinto de segurança

Pode parecer uma dica óbvia, mas a verdade é que a grande maioria das pessoas não usa cinto de segurança em ônibus. Seja pela segurança de já ter viajado várias vezes ou simplesmente pela falta de fiscalização, as pessoas não tem o hábito de afivelar o cinto e isso pode ser fatal em caso de acidente.

5- Tome conta das suas coisas

Principalmente se estiver viajando sozinho, não deixe de prestar atenção em seus pertences nem por um minuto. Quando estiver nas paradas, leve com você objetos de valor como celulares, tablets e carteira.

Na hora de dormir, feche a bolsa ou mochila com todos os pertences devidamente guardados, e segure ela com você deixando o zíper encostado em seu corpo. Assim dificilmente alguém conseguirá abrir.

Caso vá deixar sua bagagem de mão no bagageiro que fica na parte de cima dos bancos, coloque cadeado em suas malas. Depois de muito tempo viajando no mesmo ônibus é natural que você comece a se sentir mais confiante e passe a não se preocupar tanto com seus pertences. Isso é um erro! Não esqueça de que você não conhece ninguém dentro daquele veículo.

6- Calcule os horários de chegada

Sempre calcule os horários de partida e chegada antes de comprar a passagem. Sabendo qual horário previsto para que você esteja em seu destino, avalie ambas as rodoviárias. Qual é mais segura?

Se você estiver saindo de uma cidade muito pequena com uma rodoviária super deserta e a caminho de uma cidade grande, com uma rodoviária movimentada 24h por dia, vale a pena escolher chegar de madrugada ao destino.

O inverso também vale. Se for para um lugar mais deserto, calcule o tempo de viagem e escolha uma passagem com chegada prevista para manhã ou tarde.

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

+ 86 = 88