Dicas básicas de segurança pessoal que você precisa lembrar

Uma das maiores armas dos criminosos é o efeito surpresa. Não é
à toa que os maiores alvos de bandidos são sempre aqueles que estão distraídos.
Por isso, investir um pouco de atenção em sua segurança pessoal por ser um
grande negócio.

Veja abaixo algumas dicas que vão te ajudar a não ser surpreendido pelo acaso, e não se esqueça: caso as dicas não sejam o bastante, não nunca reaja a um assalto.

locais seguros

Objetos de valor

Sempre
que possível, deixe objetos de muito valor, como jóias e relógios de marca em
casa. Sabemos que eles foram comprados justamente para que você possa usar, mas
infelizmente esse tipo de acessório chama muita atenção dos ladrões. Tente reserva-los
para ocasiões especiais.

A mesma dica vale para as alianças de casamento quando você
estiver dirigindo. A mão esquerda fica bem perto da janela, fazendo com que sua
aliança seja visível para todos que passam pela rua. Deixe-a no bolso e volte a
colocar quando estacionar.

No trânsito

Falando em carro, nada de estacionar em ruas vazias. Sim, é mais fácil de achar vaga por lá, mas as chances de você voltar e não encontrar carro nenhum é grande. Ou, pior que isso, você pode dar de cara com bandidos à sua espera. Escolha ruas iluminadas, perto de guaritas ou portarias, que tem vigia dia e noite. E nunca deixe bolsas, malas, mochilas, caixas de óculos, nada que aguce a curiosidade dos bandidos à vista dentro do carro. Se o objeto não for descer com você, coloque no porta malas ou no porta luvas.

Mais uma dica importante para o condutor é sempre se aproximar da sua casa atento a quem está ao redor. Se alguém que você não conhece está parado na sua rua, dê mais uma volta no quarteirão e não estacione. Por fim, deixe sempre as portas travadas no trânsito e sempre que possível não abaixe os vidros.

Segurança em casa

Depois de estar em segurança em casa, vem a hora de garantir a
segurança interna. Nunca abra a porta de casa para visitantes não solicitados.
Se você não agendou a ida de um prestador de serviços, por exemplo, nem foi
notificado pela empresa de telefonia sobre algum reparo, não abra a porta. E se
a pessoa insistir, chame imediatamente a polícia.

Invista em lâmpadas externas que acendem automaticamente quando
anoitece, assim sua casa passará a impressão de estar habitada, mesmo quando
estiver viajando. Converse também com um vizinho ou parente e peça para que
eles recolham a sua correspondência que estiver acumulada nesse período de
ausência.

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

82 − 80 =