Diferenças, conflitos e a difícil relação entre vizinhos

Redes sociais, que poderiam aproximar, acabam se tornando uma arma que piora ainda mais a convivência

Seja lá qual for a forma de relacionamento, boa ou ruim, é fato que eles estarão lá, ainda mais perto do que muitas pessoas gostariam de ter. A relação entre vizinhos pode ser amigável e respeitosa, no entanto, as diferenças de visão de mundo e comportamento tornam a convivência ainda mais difícil, e surgem os conflitos.

Redes sociais e grupos de aplicativos de conversa poderiam facilitar o andamento de questões pertinentes a todos os moradores de um edifício, por exemplo, mas o que se vê é o uso dessas plataformas para deixar as diferenças ainda mais evidentes.

Provocações, brigas, inveja. A relação entre vizinhos, que já é difícil na prática e no dia a dia, pode se tornar ainda mais insustentável quando o ódio é potencializado na internet. O resultado disso, muitas vezes, é o uso da violência e histórias que têm finais nada felizes.

relação entre vizinhos

Pensando nisso, o Violência Social preparou um post completo para você saber ainda mais sobre esse tipo de conflito e entender como evitar situações de risco onde mora.

> As diferenças entre vizinhos;

> Conheça o caso da mulher que assassinou a própria vizinha em meio a conflitos e inveja por oportunidade de emprego;

> Saiba como fugir das brigas na relação entre vizinhos.

 

Vizinhos ou inimigos?

Um gosta de som alto, o outro prefere aproveitar o tempo em casa em silêncio; um prefere o senso comum de todos do edifício, o outro quer que tudo ocorra pelo próprio benefício; um preza pela ordem e pelas regras, o outro aproveita todas as oportunidades possíveis para tirar vantagem.

É bem provável que alguém que está tão perto a todo momento possa incomodar ainda mais. A boa relação entre vizinhos evita brigas e discussões desnecessárias, assim como aborrecimentos para ambas as partes.

Memes – No entanto, é mais comum do que se imagina que essas diferenças ganhem novas proporções e cheguem até mesmo às redes sociais.

Há quem evite brigas com outros moradores, mas postam suas reclamações nas redes ou mesmo apelam para os memes (viralização de imagens e/ou frases com tom de humor e crítica na web) que criticam comportamentos  e expõem o descontentamento sobre seus vizinhos.

relação entre vizinhos

Os memes são utilizados para indiretas e provocações que pioram ainda mais a relação entre vizinhos

 

Assassinato da vizinha

A mesma vizinhança e o mesmo desejo em comum: o desejo de emprego em uma empresa próxima, em Santos, no litoral de São Paulo.

Uma série de troca de ofensas e provocações pessoalmente e pelas redes sociais terminou em tragédia. Uma jovem matou a facadas a própria vizinha, de apenas 24 anos, por “inveja”, como é atribuída a situação que levou à morte da vítima.

No dia anterior ao assassinato, a vítima postou um meme fazendo insinuações e comentários que ofenderam a vizinha, autora do crime.  

 

Relação entre vizinhos: fuja das brigas

relação entre vizinhos

As redes sociais podem potencializar ainda mais situações difíceis e conflitos de vizinhos

A difícil relação entre vizinhos pode ser prejudicial para os envolvidos e até mesmo se estender para todos os moradores. Fique ligado nas dicas e fuja dos conflitos onde você mora!

  • Conheça as regras – fique por dentro do que diz as normas de onde você mora, principalmente no caso dos edifícios e respeite sempre o regulamento interno;
  • Busque sempre o diálogo – caso se desentenda com outros moradores, busque sempre o diálogo para a resolução e, em casos mais específicos, apele para a ajuda do síndico e do conselho;
  • Cuidado com os grupos – proximidade nas redes sociais e aplicativos de conversa podem ser benéficos para resolver questões internas do condomínio, mas também podem se tornar palco de brigas e desentendimentos. Se possível, evite;
  • Não às provocações – se o diálogo é a melhor solução, evite também as indiretas e trocas de ofensas nas redes sociais. Estender os conflitos para a web torna a resolução ainda mais difícil.

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar a violência, além de conhecer melhor os seus direitos! Leia mais

Envie seu Comentário

− 7 = 2