Desafio da Momo, tudo que você precisa saber para proteger seu filho

Crianças e adolescentes são os grupos mais suscetíveis às ameaças e jogos perigosos vindos de um número desconhecido

Depois da preocupação mundial com o jogo “Baleia Azul”, uma nova brincadeira de mau gosto começa a tomar conta da web. O Desafio da Momo tem como principal alvo crianças e adolescentes, que são ameaçados e incentivados a atitudes que colocam as próprias vidas em risco.

Momo é a imagem assustadora de uma boneca de olhos esbugalhados e sorriso amedrontador que vai de uma orelha a outra, mais parecendo uma máscara que pretende assustar. A imagem associada ao Desafio da Momo é, na verdade, uma escultura exposta em 2016 em uma galeria de arte de Tóquio, no Japão, e esconde os verdadeiros rostos daqueles que pretendem causar terror, ameaçar e extorquir jovens de todo o mundo.

desafio da momo

Mães, pais, familiares, professores e educadores começam a ouvir falar, ler e a se preocupar com o que essa nova febre violenta pode causar aos filhos. Mas, afinal, como funciona o Desafio da Momo? O que está por trás de quem cria jogos para fazer com que crianças e adolescentes sintam medo e se ponham em risco?

O Violência Social fez um post completo para responder essa e outras questões:

> Desafio da Momo: origem, o que é e como funciona o jogo?;

> Quais são os riscos da brincadeira?;

> A Momo já fez vítimas? Conheça casos associados ao jogo no Brasil;

> Saiba como proteger seu filho.

 

Como surgiu o Desafio da Momo?

Apesar de um pouco nebuloso e incerto, muito se fala que o Desafio da Momo começou no México, em um grupo de Facebook onde os participantes eram desafiados a se comunicar com um número desconhecido.

Usuários relataram que quando enviavam mensagens à Momo via Whatsapp recebiam respostas com imagens violentas e agressivas, xingamentos e até ameaças.

O jogo já tomou proporções mundiais e se estende da Argentina aos Estados Unidos, passando por França, Alemanha e até ao Brasil.

Apesar de ser chamado de jogo por crianças e adolescentes, que encaram tudo como diversão, o Desafio da Momo não é nada divertido e tampouco, uma brincadeira. Supostamente ele estaria induzindo crianças e adolescentes a participarem de determinados desafios violentos, instigando os envolvidos a comprovarem a coragem e ameaçando aqueles que não cumprirem o que é proposto.

Com o número do celular e o nome da criança ou do adolescente, o criminoso que está por trás da Momo consegue informações sobre o jovem e o induz a acreditar que sabe tudo sobre sua vida, incluindo o contato de amigos e familiares. E é a partir daí que as ameaças e os “jogos” começam.

 

Os riscos do jogo

Lendas urbanas existem desde sempre e despertam a curiosidade, no entanto, o Desafio da Momo funciona como uma conexão direta, a facilidade de tornar uma lenda real e se aproximar dela, apesar de todo o mal que a envolve.

Apesar de ser algo mais associado ao imaginário, os riscos da Momo são reais, assim como os criminosos que praticam esse crime.

Roubo de informações pessoais, incitação ao suicídio ou à violência, assédio, extorsão e transtornos físicos e psicológicos, como ansiedade, depressão e insônia são algumas das consequências associadas ao jogo.

desafio da momo

Para evitar riscos de jogos como Desafio da Momo é fundamental ter controle do que crianças e adolescentes consomem na web

 

Vítimas da Momo

Ainda é difícil comprovar a relação do Desafio da Momo com situações violentas que aconteceram recentemente no Brasil. No entanto, um menino de apenas nove anos se enforcou no quintal da própria casa em Recife, Pernambuco.

A mãe do menino acredita que ele possa ter sido vítima de um desafio de asfixia proposto pela Momo. Ela recordou que, semanas antes do ocorrido, ele havia mostrado uma foto da boneca a ela. Depois disso, ela não havia notado nenhum comportamento estranho no filho.

Extorsão – Na Paraíba, uma jovem procurou a Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético no final de agosto e forneceu prints de uma conversa via Whatsapp. Nela, um perfil desconhecido de alguém que se identificava como a Momo fazia ameaças e tentou extorquir a jovem. Como se tratava de uma pessoa adulta,  não houve maiores problemas, e a tentativa de crime foi denunciada à polícia local, que investiga o caso.

 

Como proteger seu filho?

O Desafio da Momo acontece muitas vezes de forma silenciosa e arriscada e pode causar sérios riscos a crianças e adolescentes. A principal arma contra esse fenômeno violento é o diálogo dos pais e dos responsáveis. Saiba como proteger seu filho:

  1. Controle dos pais – Especialmente no caso dos mais novos, fique sempre atento ao que consomem na internet e com quem conversam;
  2. Converse – Sempre que uma situação como essa vem à tona, é comum que os mais jovens se interessem e queiram descobrir a diversão em meio a lendas urbanas. O diálogo é fundamental para que eles entendam os perigos por trás desses desafios.
  3. Oriente – Caso seu filho seja contactado pela Momo, não o apavore. Faça com que ele confie em você para que as devidas providências sejam tomadas e ele não se torne vítima dos crimes cometidos por pessoas mal intencionadas.

 

Leia também

O que é a ‘Momo do WhatsApp’ e quais são os riscos que ela representa?

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar da violência, além de conhecer melhor os seus direitos!

Envie seu Comentário

2 + 6 =