Segurança nas festas, saiba como se proteger neste final de ano

Bandidos se aproveitam de aglomerações e distrações para efetuarem seus crimes

segurança nas festas

É tempo de celebrar, reunir a família, os amigos, fazer um balanço do ano que passou e renovar os votos para um novo ano que está prestes a começar. O que teria tudo para ser somente clima de comemoração pode se transformar em um grande transtorno, por isso é fundamental estar atento às dicas para segurança nas festas de final de ano.

Aglomerações, multidões, confusão entre pessoas que fazem parte do mesmo grupo, abuso de álcool e a falta de atenção aos detalhes em meio ao clima de descontração das festas é o combo perfeito para a ação dos criminosos.

Eles se aproveitam desses tipos de distração e efetuam assaltos, roubos e furtos em momentos que deveriam ser especiais e memoráveis e se tornam verdadeiros pesadelos.

Como muitas pessoas optam por viajar ou preferem aproveitar a celebração, o Reveillón é uma das datas mais vulneráveis para questões de segurança nas festas. Outro ponto preocupante nesse cenário é de crianças e adolescentes que podem se perder de suas famílias, por isso a atenção e as medidas de proteção devem ser redobradas.

segurança nas festas

Para que você possa aproveitar as festas de final de ano da melhor forma, preparamos um post completo com as melhores dicas para você aproveitar a folia em segurança:

> Rio de Janeiro e a maior festa de ano novo do mundo;

> Veja dicas para aproveitar com segurança nas festas de final de ano.

 

Mar de pessoas e a maior festa no Rio de Janeiro

O Reveillón na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, é um dos maiores do mundo. Milhares de turistas viajam todos os anos para a Cidade Maravilhosa para assistir as apresentações de artistas e o grande show pirotécnico.

Na virada de ano para 2018, a praia recebeu mais de 2,4 milhões de pessoas que viram de perto a queima de mais de 25 toneladas de fogos traduzida em cerca de 17 minutos de luzes, sons e cores.

Tanta gente reunida, ainda que em um espaço aberto e grande, pode ser perigoso. Infiltrados e agindo como pessoas comuns, criminosos planejam e executam suas ações. Os resultados disso são centenas e até milhares de pessoas que ficam sem suas bolsas, carteiras e smartphones.

Isso significa que você deve fugir de viagens ou de grandes festas no ano novo? Não! É possível evitar situações de risco e de vulnerabilidade maior aos atos dos criminosos com simples medidas preventivas. Tudo pela sua segurança nas festas e de toda sua família. Outro ponto de atenção nesta época é em relação aos tumultos, brigas e confusões. Fique atento e fuja!

segurança nas festas

Rio de Janeiro é palco de uma das maiores festas de Reveillón do mundo

 

Segurança nas festas: dicas para aproveitar

Você pode se proteger da ação de criminosos nas comemorações de final de ano. Seja no Natal, no ano novo ou mesmo em confraternizações dessa época, algumas dicas são fundamentais para a sua segurança;

  1. Não exagere na bebida alcoólica: beber moderadamente vai fazer com que você aproveite a noite ainda melhor e com plena percepção de tudo ao seu redor;
  2. Atenção ao ambiente: se perceber o início de uma confusão, retire-se o quanto antes;
  3. Pegue leve com as multidões: ambientes que costumam reunir muitas pessoas e situações adversas, como pequenos esbarrões, podem acontecer. Tente relevar para evitar brigas;
  4. Objetos de valor: se possível, evite levar objetos de valor e muito visados por criminosos, como smartphones e câmeras. Fugir das carteiras também é uma boa alternativa, optando por levar documentos, cartão e uma pequena quantia em dinheiro;
  5. Bolsas pequenas e próximas ao corpo: caso você não consiga deixar de levar uma bolsa e seu celular, prefira os modelos pequenos e que você consiga deixar bem próximo ao corpo, na parte da frente. Prefira as opções bem fechadas;
  6. Combine um ponto de encontro: grandes aglomerações podem fazer com que você se perca do seu grupo. Combinem pontos de encontro e estratégias caso isso aconteça;
  7. Atenção redobrada às crianças: fique sempre atento aos pequenos e, para melhorar a segurança, coloque nela uma pulseira de identificação com dados da família;
  8. Busque ajuda: se for provocado, agredido ou se ver em meio a uma briga, confusão ou mesmo arrastão, não revide e busque ajuda de seguranças e uma equipe devidamente preparada. Registre um boletim de ocorrência.

 

Leia também

Grandes eventos: a insegurança por trás da festa. Saiba como tomar medidas para se proteger

Segurança da Família

Sobre a causa

Enquanto o Estado e gestores públicos não acabam com a violência, o que resta ao cidadão? Adotar medidas de defesa, mudando comportamentos pessoais e tudo mais que estiver a seu alcance! No "Segurança da Família" você terá acesso a informações sobre como se defender e evitar da violência, além de conhecer melhor os seus direitos!

Envie seu Comentário

− 4 = 1